Anúncio

Cuidado! Seu animal de estimação pode ter Tártaro!

Como tratar o tártaro no meu pet
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Você sabia que nossos animaizinhos podem sofrer de tártaro?

Pois é, seu cão ou seu gato pode ter tártaro e isso pode causar muitos danos à saúde.

O tártaro é causado pelos acúmulo de restos de comida, e com isso surgem às placas bacterianas, deixando amarelo os dentes do animal.

Ele vai consumindo a gengiva do nosso bichinho, deixando com um tom de vermelho muito escuro, e causando mau hálito. Os dentes podem até cair e dependendo da gravidade, as bactérias podem entrar na corrente sanguínea, afetando o coração, pulmão, rins e fígado.

Atingindo esses órgãos podem gerar muitas outras doenças que levam seu pet até ao falecimento.

E não é isso que queremos, não é mesmo?

E pra que deixar chegar a esse ponto? Sendo que, se escovarmos os dentinhos dos nossos pets sempre, vamos evitar esses problemas!

Vale lembrar que existe a escova e o creme dental própria para animais, então, por favor, não vai usar o creme dental de seu uso pessoal rs.

O que fazer para evitar esse problema?

“Ah Andreza eu não sabia de tudo isso e meu cachorro tem tártaro, o que devo fazer?”

Caso o animal já tenha, leve-o até a veterinária, ela vai indicar uma pequena cirurgia de remoção de tártaro.

Essa cirurgia é muito simples, o animal vai ser anestesiado, e com o aparelho próprio é feita a limpeza de retirada do tártaro.

Nossos bichinhos não precisam levar ponto e só precisam ser observados após o procedimento, isso por conta da anestesia. Se ele se recuperar bem, volta no mesmo dia para casa.

É importante lembrar que não podemos dar certos tipos de alimentos pro nossos animais, principalmente doces, pois isso pode aumentar a incidência do tártaro.

Após a limpeza é só manter a escovação sempre em dia e uma alimentação adequada!

Vimos que são as pequenas coisas que fazem a diferença na hora de cuidar do nosso bichinho!

Gostou? Qualquer dúvida deixe nos comentários.

Beijo e até o próximo post.

Para mais matérias sobre saúde dos animais de estimação, clique aqui.

Anúncio

Deixe seu comentário...

Com o facebook...

Ou com seu e-mail...

Deixe um comentário

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Anúncio