Anúncio

Então é natal… e o que você fez?

Então é Natal, e o que você fez?
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Em meio a incertezas, medo, e tudo o que a pandemia nos trouxe, olhamos no calendário e vimos que 2020 já acabou, e as listas de tantos projetos e planos continuam no papel. Para a maioria das pessoas o sentimento que predomina é a frustração. Frustração por ter passado um ano sem ter realizado e o pior, vemos o ano ficando pra trás junto com nossas promessas.

O fato é que chega o final do ano e fazemos uma reflexão sobre como foi nosso ano.

Esse ano, a maioria das pessoas estão olhando pra trás e se deram conta de que não realizaram nada. Nem atividades físicas, um curso de especialização, a leitura de um livro, NADA! Ao perceber que os dias e meses se passaram e o máximo que fizeram foi perder tempo em redes sociais ou em frente a TV essas pessoas sentem uma frustração enorme!!

A diferença é que esse ano a “culpa” foi a pandemia. Porém isso se repete ano após ano. Sentem-se como se estivessem no modo ”automático” sem ter um trabalho ou uma vida que realmente faça sentido e seja feliz ou desafiadora 

Nossa felicidade, realização e satisfação profissional não está ligada à remuneração financeira. É algo mais profundo que isso. É se sentir produtivo, útil à sociedade, é ter vontade de contribuir; isso é ser feliz.

Voltando ao início do texto, pode ser que a dificuldade de cumprir suas promessas de final de ano seja devido à falta de engajamento e entendimento de que aquilo era realmente o que você precisava para a sua vida. Ou talvez tenha faltado transformar essas promessas em objetivos com metas atingíveis, com prazos e medições. Ao entender a importância e os benefícios que cada promessa de ano novo vai trazer para sua vida, cumpri-las será uma consequência natural!

Não podemos deixar de nos readaptar a esse novo normal em que fomos obrigados a conviver, e porque não ser feliz?

Já ouvi pessoas dizendo que não vão enfeitar suas casas, não vão trocar desejos de feliz natal e feliz 2021…  Diante de tantas mortes e tantas tristezas, será que não poderíamos parar para agradecer por estarmos vivos? Agradecer por terem o que comer?

Não é uma ótima oportunidade de reavaliar possibilidades e sonhos? Se aproximar de quem está tão distante, realizar uma vídeo chamada para aquele parente que fez parte de sua vida e lhe rendeu boas histórias.

Que possamos utilizar esse período de pausa para reaver o que importa em nossa passagem aqui na Terra;

Vamos aproveitar essa chance que estamos tendo de sermos pessoas melhores, de planejar mais atentamente nossas metas, de focarmos em nossos sentimentos e em nosso planeta, vamos cuidar e volto a dizer mais uma vez: vamos AGRADECER. Por tudo. Pelas conquistas, pelos erros e pelas lições. E sugiro que haja sim comemorações porque a vida é uma só. E que aproveitemos o final de ano para fazer uma prece pela proteção de podermos avançar mais um ano.

“Por que quem quase morre ainda vive, quem quase vive já morreu”.

Anúncio

Deixe seu comentário...

Com o facebook...

Ou com seu e-mail...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Anúncio