O que o Covid-19 fez com o Meio Ambiente

O que o Covid-19 fez com o meio ambiente
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O vírus que está mudando o Planeta

De fato, estamos vivendo algo sem precedentes. O corona vírus é a maior pandemia já vivida na história. Tanto pela velocidade que se manifesta, e também com a velocidade que agrava o quadro dos infectados.

Mas como toda a crise, devemos olhar o lado positivo, obviamente sem deixar de tomar todos os cuidados necessários, no caso do Covid-19.

Mas, essa matéria é para falar sobre os benefícios significativos, que essa crise trouxe para o meio ambiente.

Melhoria no Planeta

Só para lembrar que não tenho em mãos estudos científicos ou trabalhos acadêmicos, somente meu pensamento e observação do que vínhamos e o que estamos fazendo.

Não é novidade para ninguém que estávamos numa frequência de produção absurda, consumismo fora do normal e degradação do meio ambiente desenfreada.

Quando falo meio ambiente, não estou falando de natureza apenas, mas de tudo, para mim, meio ambiente se caracteriza até mesmo no convívio interpessoal.

Com esse isolamento forçado, por um vírus, que é algo que mexe muito com todos, porque sempre estamos tentando controlar tudo. A sociedade está sendo sabotada por ela mesmo e o planeta de uma forma muito clara e objetiva mostra quem realmente manda.

O respiro que a Terra precisava para conseguir suportar mais 200 anos da nossa insignificante existência, aconteceu.

Se a gente não para por avisos(recorrentes), que possamos parar por determinação de algo maior.

O mundo está mudando, e agora mudou pra valer. O que realmente importa tudo que você tem de material? E ficou fácil responder, somente o alimento e saúde, o básico.

Saudade da praia? Saudade da natureza? Saudade das pessoas?

Os valores vão começar a mudar e talvez você possa enxergar com o que realmente vale a pena “perder tempo”.

A morte

A morte é sempre inesperada, e sempre que a confrontamos, colocamos a mão na consciência. Talvez esse seja o maior medo em comum das pessoas, afinal não existe ateu quando um avião está caindo, rsrs.

O grande lance, é exercitar a memória nesse momento, para mais uma vez não esquecermos que somos muito pequenos nesse mundo, e não somos parâmetro de medida em nada. Nem tudo é grande, muito grande, ou pequeno, ou muito pequeno, comparado a nós. Porque nós, nada somos.

Dentro de alguns universos, podemos ser relevantes em alguns aspectos, mas hoje, especialmente nesse período, vemos que quem tem mais, ou quem tem menos, estão no mesmo patamar, e não só depois de morrer.

Antes o parâmetro era a morte, hoje é a vida.

Falando em vida, essa crise nos levou a um modo diferente de viver, devemos nos reinventar, mais um recomeço, e a natureza encontrou um meio.

O ar está menos poluído, os animas estão provavelmente vivendo melhor, sem serem caçados, a liberdade provisória deles chegou, enquanto nós nos sentimos como eles estavam, vivendo em casa, porém presos e com medo.

Tudo tende a melhorar, mas até quando?

O tempo

O tempo agora é relativo, na verdade sempre foi, mas o que é imposto é que temos 24 horas no dia.

Hoje temos muitos “domingos” rsrs. Tempo vago, esse para reacender pequenas fagulhas que deixamos apagar dentro de nós. Encontrar a si novamente, voltar a ver a família, olhar para o próximo de uma maneira genuína, momento para união, mesmo que sem toque.

Mais uma vez a vida mostrando pra gente, que o que importa é o que se sente com o coração e não com a mão. Ou seja, o invisível, mais uma vez, é mais relevante do que o material.

Mas como assim? Vou viver de brisa então?

Olha, falando com base no tempo, o invisível é eterno, o material é finito, nós mesmos temos prazos de validade, o fato é o grau de importância que se dá para coisas com prazo de validade e para aquilo que somente sentimos não damos a devida importância.

Depois de uma crise financeira o que você pode fazer para se reerguer se não tiver conhecimento? Por certo penará um pouco até conseguir se reerguer, e consegue perceber que o conhecimento é atemporal? E está no mundo “invisível”?

Conclusão

De fato crises sempre vão existir, não podemos negar a existência delas. Algumas internas, outras externas, algumas individuais, outras coletivas. E como dizem, o mundo continua girando.

Para tudo dá-se um jeito, e o meio ambiente sabe muito bem como cuidar disso, apenas devemos respeitá-lo e estar integrado a ele, para não sofrer tanto e poder tirar todos os aprendizados necessários.

Isso também vai passar, quando? Não sei, mas vai passar.

Não se esqueça, toda crise tem o lado positivo.

Meus sentimentos a todos aqueles que perderam alguém por conta do Covid-19 ou qualquer outra crise mundial. Mas como diriam os antigos, em toda guerra heróis serão sacrificados e eles serão lembrados por toda a eternidade.

#tamojunto

Veja mais Artigos sobre Meio Ambiente:

Deixe seu comentário...

Com o facebook...

Ou com seu e-mail...

Deixe um comentário

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin