Anúncio

A médica que receitava livros

a medica que receitava livros, poesia
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Poesia “A Médica que receitava livros”

Certo dia, eu pensei, como poderia curar?
Crianças conheci, adultos ajudei.
Naquele momento como poderia ajudar.
E de tanta alma pura que conheci,
A todos eu queria adotar.
Os órfãos desse mundo,
Com um sentimento profundo,
Na filosofia encontrariam um lar.

Porém, muito cedo aprendi.
Como conduzir e dialogar,
Levando naturalmente,
Cada escolha e desafio,
Mudei de lugares,
Percorri o Brasil.
Como Bandeirante pude desbravar.
E na filosofia encontrei o meu lar.

Criei, mudei. Com auxílio construí.
Muitas receitas da vida e muita ação,
Foram livros. Muitas vezes,
Ao invés de medicação,
Como um passo para a cidade alta.
Para a filosofia convido.
Pois sou a médica que receita livros.
A leveza eu transmito,
E os mistérios, eu vivo.

Anúncio

Deixe seu comentário...

Com o facebook...

Ou com seu e-mail...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Anúncio