Todos os dias

Poesia Todos os Dias
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Poesia “Todos os Dias”

Todos os dias o mundo me mata.
Todos os dias um pouco de mim fica e outro vem.
Todos os dias.

Todos os dias o mundo se mata.
Todos os dias a mata, mata a vida.
Todos os dias somos ou deixamos de ser.
Todos os dias andamos.
Todos os dias queremos.
Todos os dias.

Todos os dias são hoje.
Todos os dias foram ontem.
Todos os dias serão amanhã.
Todos os dias virão.
Todos os dias.

Todos os dias faremos algo que nos aproxima daquilo que nos deixa.
Todos os dias deixaremos algo que nos aproximamos.
Todos os dias morreremos.
Todos os dias nasceremos.
Todos os dias.

Todos os dias muitas perguntas.
Todos os dias alguma resposta.
Todos os dias apenas mais um dia.
Todos os dias o último dia.
Todos os dias o primeiro dia.
Todos os dias.

Todos os dias quem é você?
Todos os dias quem sou eu?
Todos os dias o dia.
Todos os dias a noite.
Todos os dias.

Deixe seu comentário...

Com o facebook...

Ou com seu e-mail...

Deixe um comentário

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin