Anúncio

O que são os Primeiros 1000 Dias?

O que são os Primeiros 1000 Dias?
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Primeiros 1000 dias é considerado o Intervalo de Ouro e pode mudar radicalmente o destino da criança.

Se você não tem a mínima noção do que se trata os Primeiros 1000 dias, ou então tem dúvidas ainda, com certeza esse artigo vai te ajudar e muito.

Mamães, esse é um período que requer muita atenção.

Você tem noção como isso pode influenciar a vida do seu filho? O futuro dele como indivíduo pode depender disso e muita das vezes ninguém te falou sobre isso.

O período intra-uterino até os dois primeiros anos de vida do seu bebe é considerado essencial para sua saúde.

Esse tempo é classificado como os primeiros mil dias.

Mas como assim Primeiros mil dias?

Gestação (270 dias) + 1º ano (365 dias) + 2º ano (365 dias) = 1000 dias.

É a fase mais intensa para o desenvolvimento físico e mental de um ser humano.

É considerado o Intervalo de Ouro, que pode mudar radicalmente o destino da criança, não apenas em crescimento e desenvolvimento, mas também nas questões intelectuais e sociais.

O crescimento é um processo biológico, de multiplicação e aumento do tamanho celular, que pode ser medido em centímetros e metros ou gramas e quilos.

O desenvolvimento caracteriza-se pela aquisição de novas habilidades – sentar, engatinhar, andar, segurar objetos, desenvolvimento da linguagem e posteriormente, raciocínio, memória e aprendizado.

O crescimento e o desenvolvimento nesse período são maiores que durante toda a vida.

Já pensou que suas decisões tem a possibilidade de influenciar a saúde e as habilidades de aprendizado do seu filho?

Alimentação é um ponto de extrema importância!

Na gestação quando uma mãe escolhe cuidar da sua alimentação, já está fazendo uma programação genética para a saúde do seu filho na vida adulta.

Você sabia que a alimentação durante a gestação ajuda a determinar o paladar e o olfato do bebê?

Existem evidências científicas mostrando que a quantidade e a qualidade dos nutrientes recebidos pelo feto influenciam além do seu desenvolvimento, o aparecimento futuro de doenças não transmissíveis como obesidade, hipertensão arterial e doenças cardiovasculares.

Após o nascimento, o aleitamento materno dá continuidade a nutrição iniciada na vida intra-uterina.

De acordo com as recomendações, o aleitamento materno exclusivo deve ser realizado até o sexto mês.

A introdução alimentar complementar precoce (antes dos 4 meses de idade), especialmente dos alimentos sólidos, além de interromper o aleitamento exclusivo, leva à maior ingestão energética, que pode desencadear obesidade já no primeiro ano de vida.

Uma alimentação adequada durante a gestação, associada ao aleitamento materno, à correta introdução alimentar e a manutenção de bons hábitos alimentares, tem um impacto profundo na capacidade da criança crescer, aprender e se desenvolver da forma ideal.

Além de uma boa saúde a longo prazo.

E é nessa fase que são construídas as bases do desenvolvimento do cérebro, do crescimento saudável e do fortalecimento do sistema imunológico.

Por esses motivos mamães, a importância desses primeiros mil dias.

E ai o que achou? Vamos cuidar do Intervalo de Ouro?

P.S.: Para garantir a melhor nutrição nesse período e determinar uma dieta adequada procure um nutricionista.

Beijos e até o próximo post.

Anúncio

Deixe seu comentário...

Com o facebook...

Ou com seu e-mail...

Deixe um comentário

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Anúncio